Pague com PAYPAL e divida suas comprar até 10x sem juros!

Coleção Inverno 2016


Da poesia moderna à tradição artesanal mexicana, esta coleção transita entre as emoções etéreas e o artístico palpável. Seu lado subjetivo flerta com os dizeres do Poema Motivo, da encantadora Cecília Meireles, que eternizou seu modo criativo através dos versos:

"Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta"

Se em outras palavras ela queria dizer que, como poeta, se vale dos sentimentos alheios a si para no outro causar emoção, isso é o que também busca esta coleção. Assim como em um poema, no qual as emoções brotam da visão do leitor sobre as palavras, estas peças permitem diferentes interpretações de acordo com os momentos das mulheres que as vestirão.

 

"Eu crio porque o agora me impulsiona
Isso é o que me completa.    
Esta coleção não é alegre nem é triste: 
Ela é poeta"

Cada mulher pode escrever sua próprio "poesia" ao usá-las.

Como não poderiam faltar os bordados em ponto cruz, que fazem parte da identidade da marca, este lado artesanal ganhou vida através de uma releitura dos tradicionais bordados mexicanos. Eles mesclam referências das culturas pré-colombianas, Maia e Astecas, com influências de seus colonizadores espanhóis, produzindo verdadeiras obras de arte em tecidos. Fauna, flora e grafismos são temas frequentes neste tipo de artesanato e aqui ganham uma projeção contemporânea e invernal que visa resgatar, principalmente, o homem vivendo em harmonia com a natureza.        

Enfim, de tudo isso brotou uma coleção para uma mulher de espirito livre, que conecta seu interior repleto de emoções alternantes com seu exterior ora urbano, ora bucólico, as vezes colorido, outras nem tanto... mas sempre cheio de motivos para fazer da moda uma expressão.


Deixe um comentário